Descrição

As perovskitas híbridas de haleto orgânico-inorgânico formam uma importante família de materiais semicondutores com grande potencial para aplicações em células solares e dispositivos optoeletrônicos. A inclusão do grau de liberdade de spin nessa classe de materiais pode correlacionar importantes propriedades físicas, aumentando suas funcionalidades e incluindo respostas magneto-óticas e de transporte eletrônico com spin polarizado – spintrônica. Tem sido observado que a redução da dimensionalidade nessas perovskitas, de 3D para 2D, leva a um aumento da estabilidade, além de maior versatilidade estrutural e novas propriedades a serem exploradas. Nesse sentido, estruturas 2D de perovskitas hibridas oriundas das perovskitas de haleto de chumbo com fórmula ABX3 têm sido sintetizadas de acordo com fase Ruddlesden-Popper (RP). Tal arranjo se estrutura em n camadas de octaedros inorgânicos formando poços quânticos com forte confinamento, sanduichados por moléculas orgânicas atuando como barreiras de potenciais. Nesse colóquio, iremos apresentar estudos envolvendo a incorporação de íons magnéticos na estrutura tridimensional de perovskitas híbridas e sua influência nas propriedades físicas. Além disso, ampliaremos a discussão propondo uma abordagem alternativa para se induzir resposta magnética na interface orgânica-inorgânica de estruturas 2D RP. Nesta última, moléculas catiônicas com funções orgânicas específicas, tais como amina, grupamento contendo oxigênio e anéis aromáticos, podem desempenhar um papel imperativo no reequilíbrio de cargas (aparecimento de espécies com elétrons desemparelhados) na interface da camada inorgânica adjacente que resulta na indução de magnetismo. Assim, essas estruturas de perovskitas de baixa dimensionalidade podem ser classificadas como uma nova classe de materiais semicondutores promissores que apresentam momento magnético em sua interface 2D. Esse acoplamento pode resultar em propriedades físicas intrigantes devido a um delicado equilíbrio entre magnetismo e efeito de confinamento quântico presente nas camadas octaédricas inorgânicas. Tais híbridos 3D e 2D magnetizados prometem não só ampliar a química estrutural desses compostos de perovskitas como também gerar oportunidades interessantes no campo da spintrônica.

As confirmações para esta conferência estão encerradas.

Quando?